Volvo

Volvo

Volvo A história da Volvo Caminhões até o momento não se trata apenas do processo de construir, criar, desenvolver e aperfeiçoar nossos veículos. É verdade que existe uma história fascinante a ser contada, que inclui todos os nossos modelos icônicos, tecnologias pioneiras e inovações que nos trouxeram ao ponto em que estamos hoje. Também existe, porém, uma história sobre o desenvolvimento do caminhão em geral. Especialmente, como este meio de transporte passou de algo de luxo, um complemento a trens de carga, navios cargueiros e até mesmo cavalos e carroças, a um dos principais meios de transporte que mantêm o mundo em movimento. Nesta seção, você encontrará informações detalhadas sobre nossos modelos ao longo das décadas, contrastando com o cenário da história. Esperamos que seja uma leitura interessante. Desde o início, a história da Volvo no Brasil é marcada pela inovação e tecnologia. Construímos a nossa jornada sempre tendo em mente os nossos valores essenciais, que são qualidade, segurança e meio ambiente, para que você tenha, além dos melhores caminhões, a certeza de que está investindo em uma marca séria e confiável. Sabia que a Volvo chegou ao Brasil no final dos anos 70? A sede foi constituída em Curitiba/PR, na CIC – Cidade Industrial de Curitiba –, um arrojado projeto de cidade industrial pré-planejada, distante do centro urbano da capital e com toda infraestrutura para instalação de indústrias, como: energia, telecomunicações, vias pavimentadas para acesso rápido à cidade, etc. O pioneirismo da Volvo é histórico: fomos os criadores do cinto de segurança de três pontos, uma das maiores contribuições da empresa ao setor automobilístico. Também fomos a primeira marca a aplicar Airbags nos modelos com o objetivo de aumentar a segurança para os passageiros. A fábrica foi inaugurada em 4 de dezembro de 1980, com a presença do então presidente João Figueiredo. Na época, foram feitas pesquisas sobre as necessidades do mercado e se identificou que o caminhão ideal para o mercado Brasileiro era o modelo N. Assim começaram a ser produzidos os primeiros caminhões Volvo no país. Inovando mais uma vez, criamos o Voar – Volvo Atendimento Rápido, oferecendo atendimento emergencial, 24 horas por dia, para todos os veículos da marca, em qualquer ponto do País. Um sistema inédito para a época! Logo depois, foi desenvolvido o Velox, sistema de entrega emergencial de peças de reposição, que tinha como objetivo entregar peças em qualquer capital do Brasil em prazos reduzidos. Sempre se mostrando versátil e adepta às necessidades do país, em 1984 a Volvo lançou o primeiro caminhão a álcool. Em 1993, chegaram ao Brasil os modelos FH12 com a cabine avançada da Suécia. Com isso, fomos a primeira montadora a introduzir caminhões com motor eletrônico no território nacional. 1995 foi um ano especial para a gente, e que mostra o quanto a Volvo é uma empresa visionária: quando se comemorava a produção do caminhão número 50 mil, outro recorde histórico era estabelecido com a venda, em um só mês – março -, de 819 caminhões. Além disso, em maio daquele ano, a Volvo foi pioneira em todo o País ao adotar a jornada de trabalho de 40 horas semanais para empregados da produção. Da mesma forma, foi a primeira montadora brasileira a definir um sistema de participação dos empregados nos resultados. Com a chegada do fim do século, aprimoramos o sistema de gestão para as mudanças que aconteceriam nos anos seguintes. Inaugurada naquele ano, a fábrica de cabines de Curitiba, a terceira do grupo Volvo no mundo, possuía a mais moderna tecnologia, incluindo 12 robôs na linha de produção, um moderno sistema de pintura e utilização de materiais nobres, como aços leves e de alta resistência, além de tintas ambientalmente adequadas. No início do milênio, optamos por uma mudança em nosso posicionamento, o que nos fez ampliar a linha de caminhões introduzindo os semipesados Volvo VM 17 e VM 23. Em 2004, lançamos o Volvo Link, sistema de rastreamento via satélite original de fábrica, que permite acompanhar e comandar remotamente a operação dos veículos. No final desta década, ganhamos o prêmio de “Melhor empresa para trabalhar no Brasil”, pelo prestigiado ranking das revistas Exame – Você S/A, da editora Abril. Mais recentemente, em 2014, a nova linha de caminhões foi um marco na indústria brasileira de transportes comerciais, com soluções inovadoras de tecnologia e segurança. E é assim que a cada dia construímos um pouco da nossa história. Com o objetivo de fazer sempre os melhores caminhões para os melhores motoristas! Fundada na Suécia, em 1927, pe¬los visionários Assar Gabrielsson e Gustaf Larson, a Volvo é uma das mais respeitadas empresas automobilísti¬cas no mundo. A trajetória de sucesso da companhia deve-se à visão empreende-dora de seus criadores, que, já naquela época, eram empresários à frente de seu tempo, demonstrando preocupações com a integridade das pessoas que utilizavam seus veículos e com o meio ambiente. “Veículos transportam pessoas e, por isso, a segurança deve ser um de seus princípios básicos”, enfati¬zavam Assar e Gustaf, antes das primeiras unidades automotrizes saírem da linha de produção da fábrica sueca. A vinda para o Brasil também se deu gra¬ças à ousadia e à coragem dos fundado¬res, que, diante de um inverno rigoroso na Europa, nos idos de 1931, que provocou forte queda nas vendas de automóveis na Suécia e nos países vizinhos, buscaram novas alternativas para manter as opera¬ções nesse período sazonal. A ideia foi comercializar os produtos em na¬ções mais quentes, como o Brasil, mas além da distância – mais de dez mil quilômetros da Suécia –, essas nações tinham mercados com características totalmente diferentes. Para chegar ao mercado brasileiro, o con¬tato com o italiano Attilio Marchetti, que possuía experiência no ramo e excelentes relações comerciais em vários países, foi estratégico. Sem fábrica no País, a princí-pio a opção foi pela exportação de veícu¬los. As primeiras cinco unidades deixaram a Suécia com destino ao Brasil em 1933. A frota era composta por um automóvel e quatro caminhões, que serviram de de¬monstração para a marca sueca, até então desconhecida no País. A repercussão foi positiva. Tanto que no ano seguinte as importações atingiram 81 unidades. Em 1936, formou-se a Volvo do Brasil Ltda., que atingiu vendas regulares em 1938. Diante de resultados animadores, em fevereiro desse ano, mudou-se o nome da empresa para Volvo do Brasil S.A., am¬pliando-se as bases de operação e o nú¬mero de acionistas. Naquela época, a Volvo já demonstrava ser uma empresa de vanguarda, pela gran¬de atenção dada ao pós-venda. Desde o início, técnicos suecos foram enviados ao Brasil para dar assistência técnica e tam¬bém para treinamentos de mecânicos nos diferentes revendedores. Os negócios prosperam e, em pouco tem¬po, a Volvo já mantinha diversos pontos de venda e serviços pelo País. Expansão da marca Os anos 1950 marcaram o lançamento de novos modelos de caminhões, que se tornaram famosos no Brasil. Os mais im¬portantes foram o L385 “Viking” e o L395 “Titan” também conhecido como “Super Volvo”. Os novos caminhões, juntamente com outros produtos já comercializados no País, provocaram uma significativa expan¬são da marca. Esse cenário despertou na Volvo o inte¬resse de montar uma fábrica em território brasileiro. Até porque nesse período, o Governo brasileiro estava empenhado em criar uma indústria automobilística local. Mas o suicídio do então presidente Ge¬túlio Vargas, em agosto de 1954, adiou o projeto da Volvo que previa a instalação de uma fábrica da marca em São José dos Campos/SP. Com a morte de Vargas, o Brasil entra em um período de instabilidade política e econômica, fazendo com que a marca dei¬xasse de estar presente no País a partir de então. Os produtos continuaram em ope¬ração durante décadas, o que, futuramen¬te, motivaria a futura instalação da Volvo do Brasil Veículos Ltda., o que aconteceu anos mais tarde. “Ainda vamos construir uma fábri¬ca no Brasil”, dizia Assar Gabrielsson, cujo sonho foi concretizado tempos depois. O retorno ao Brasil começou a ser plane¬jado novamente em 1966. Para conhecer melhor o futuro do mercado de caminhões, a Volvo decidiu estudar todos os países, principalmente aqueles onde estava au¬sente – Estados Unidos e Brasil. Em 1972, o Governo brasileiro cria o Pro¬grama de Benefícios para Estímulo às Ex¬portações (Befiex), que permitiu a volta da companhia. A Volvo, que já realizara pesquisas pelo território brasileiro, chegou à conclusão de que o País possuía uma pequena par¬ticipação de caminhões pesados em sua frota, o que contrastava com as distâncias e os volumes da economia em expansão. Diante do potencial do mercado brasileiro e as oportunidades geradas pelo programa Befiex, a Volvo acreditou ser a hora de ins¬talação de uma fábrica no Brasil. Assim, em 24 de outubro de 1977, foi cons¬tituída a empresa Volvo do Brasil Motores e Veículos S.A., marcando uma nova fase da empresa no País. Construída em tempo re¬corde, a nova fábrica, instalada no Paraná, começou a produzir os primeiros motores e os primeiros chassis de ônibus B58 em 1979. Os caminhões começaram a ser pro¬duzidos em 1980. Oficialmente, a nova fábrica da Volvo foi inaugurada em 1980, pelo então Presiden¬te da República, João Figueiredo. Naquela época, foram feitos estudos sobre as exi¬gências legais do País e as necessidades e tendências do mercado para identificar qual o tipo de veículo seria mais adequado para o transporte rodoviário de cargas no Brasil. A decisão final foi a escolha do caminhão global da série “N”, vendido na Europa, América do Norte, outros países da América do Sul, Ásia e Austrália. Assim, começou a ser produzido o caminhão pesado N10, com motor de dez litros e, um ano mais tarde, iniciou-se a produção do caminhão pesa¬do N12, com motor de 12 litros, formando a base da linha de produtos oferecida pela marca ao mercado brasileiro. Primeiro caminhão a álcool Nos anos seguintes, a Volvo apresentou no¬vas modificações na família de caminhões, com o lançamento de uma linha composta por três faixas de aplicação: os caminhões N10 e N12 passavam a receber novas identificações que os classificavam em “H” (heavy), “XH” (extra-heavy) e “XHT” (extra-heavy tandem). Em 1984, na Bra¬sil Transpo – maior feira especializada em transporte – também foi lançado o primei¬ro caminhão pesado a álcool do País – um N10 XHT – , demonstrando a versatilida¬de da marca para adequar seus produtos às necessidades do Brasil. Nos anos1990, a abertura das importações favoreceu a comercialização dos automó¬veis Volvo no País. A companhia anunciou a chegada dos caminhões FH12 de cabine avançada da Suécia. Com isso, foi a pri¬meira montadora a introduzir caminhões com motor eletrônico no Brasil. Em 2010, mais novidades na linha de caminhões foram apresentadas: a série especial “Athor”, do caminhão VM, e o caminhão fora de estrada FMX, projetado para operações severas, como construção, mineração e cana de açúcar. A empresa continua apostando no Brasil, contribuindo para a geração de empregos e para o progresso do País, da sociedade e das pessoas. Na Top da Boleia você encontra peças e acessórios para todas as marcas de caminhões Volvo. Série Volvo FH Líder em longas distâncias, o Volvo FH e o FH16 proporcionam ao motorista conforto, segurança e economia inigualáveis. Volvo FMX O moderno caminhão de construção. Forte, resistente e repleto de recursos incríveis. Volvo FM Nosso caminhão mais versátil. Design surpreendente, manuseio fantástico e excelente economia operacional. Volvo VM O semipesado mais econômico da categoria vem carregado de desempenho, tecnologia e resistência para o seu dia a dia.

Sobre a loja

A loja mais completa de Acessórios para Caminhões do Brasil ! Nossa loja foi desenvolvida por apaixonados em caminhão. Trabalhamos com o que existe de melhor na linha de acessórios para pesados: Geladeiras, Caixas de Cozinha, Tanque de Inox, Climatizadores de Ar, Acessórios Cromados, Faróis, Defletores de ar e mais uma infinidade de peças. Nossa loja foi feita para trazer comodidade e conforto para você Irmão Caminhoneiro. Compre suas peças de onde estiver, e receba com segurança em sua casa.

Social
Pague com
  • PagHiper
  • Depósito Bancário
Selos

Top da Boleia - Peças e Acessórios - CNPJ: 25.156.952/0001-20 © Todos os direitos reservados. 2019